top of page

nossas notícias

Acompanhe as 

Triunfo Transbrasiliana inicia projeto Troco Solidário na praça de pedágio de José Bonifácio


A Triunfo Transbrasiliana, Concessionária que administra o trecho paulista da BR-153, acredita que a responsabilidade social faz parte da sua estratégia de negócios. Em parceria com a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae de José Bonifácio, interior de São Paulo, a empresa deu início neste mês ao projeto Troco Solidário. A iniciativa busca arrecadar fundos por meio da doação de troco ou qualquer quantia pelos motoristas que passarem pela praça de pedágio de José Bonifácio (km 98+900), na BR-153/SP.

O município será o segundo atendido pelo projeto, que começou em Lins em fevereiro deste ano. Urnas com a identificação do projeto foram instaladas nas cabines de pedágio para arrecadação de doações espontâneas, feitas por usuários. Todo o dinheiro será revertido integralmente à Apae para aquisição de três televisões de 43 polegadas, que serão instaladas nas salas de aula.

O objetivo é auxiliar crianças e adolescentes com deficiência intelectual, física, múltiplas ou transtorno do espectro autista atendidas pela instituição. A expectativa é que a campanha avance em mais projetos, conforme as necessidades da instituição.

Signatária da Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas – ONU, a Concessionária busca alcançar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). O Troco Solidário vai ao encontro do ODS 10 – Reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles, por meio da meta 10.2 – Até 2030, empoderar e promover a inclusão social, econômica e política de todos, independentemente da idade, gênero, deficiência, raça, etnia, origem, religião, condição econômica ou outra.

Sobre o Troco Solidário

O Troco Solidário teve início na Triunfo Concebra, Concessionária que administra 1.176,5 quilômetros da BR-060 (DF/GO), BR-153 (GO/MG) e BR-262 (MG). Em Goiás, o projeto iniciou há seis anos em parceria com a Apae Anápolis, em Goiás, e já concluiu quatro projetos, com uma arrecadação de mais de 125 mil reais. Atualmente está em andamento o 5º projeto, que busca montar uma sala de musculação adaptada para pessoas com deficiência física.

Também foi dado início a um novo projeto junto à Apae Pará de Minas, em Minas Gerais. Com as doações dos usuários feitas nas praças de pedágio de Florestal, Luz e Campos Altos, serão adquiridos equipamentos e utensílios domésticos necessários para melhoria na autonomia e independência de pessoas com deficiência atendidas pela instituição por meio do projeto “Aprendizagem da vida diária e autonomia para pessoas com deficiência”.

O projeto vai contemplar 255 pessoas e familiares atendidos pelas áreas de Assistência Social e Educação da Apae.

Sobre a Apae de José Bonifácio

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – Apae de José Bonifácio, é uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, fundada em 20 de maio de 1972. No período de sua fundação, era uma área rural, onde as terras foram doadas para a formação de um núcleo de entidades assistenciais, iniciando com a criação da Associação Bonifaciana dos Amigos dos Menores – ABAM e depois de alguns anos, uma área foi cedida para a criação da Apae.

Ao longo dos anos a entidade desenvolve um trabalho de caráter assistencial, de saúde, sócio pedagógico, cultural e artístico junto às pessoas com deficiência intelectual, múltiplas e transtornos globais do desenvolvimento sejam elas: física, mental ou sensorial, visando também à inclusão escolar e social, a inserção do deficiente no mercado de trabalho e a aquisição da melhora na autoestima que será adquirida a partir de um bom trabalho desenvolvido com os mesmos, sendo eles pertencentes aos setores mais carentes da sociedade.

Além desses atendimentos prestados às pessoas com deficiência intelectual, ela atende também às famílias e a comunidade por meio de orientações, palestras e encaminhamentos. Atualmente, a Apae atende a 122 usuários/alunos, de ambos os sexos (crianças, adolescentes e adultos), sem distinção de cor, raça, credo religioso ou situação socioeconômica, provenientes dos municípios de José Bonifácio, Ubarana, Planalto, Nipoã e Zacarias. Essas pessoas recebem atendimento: pedagógico, psicológico, fonoaudiólogo, terapia ocupacional, fisioterapêutico, pediátrico, assistência social, nutricional e frequentam atendimentos de equoterapia.

Comentarios


Últimas notícias
Arquivos
bottom of page