instituto triunfo, triunfo, rodovias, social, cultura, cidadania, educação, infância, projetos sociais, responsabilidade social
logo.png
 

Veja o vídeo e fique por dentro da campanha!

site-21.png
site-11.png
site-13.png
site-12.png

Dentre as causas acidentais, o trânsito é a que mais mata

crianças no Brasil. Vamos mudar essa realidade?

Você sabia que o trânsito mata cerca de 3 a 4 crianças por dia?

site-03.png

O uso correto dos equipamentos de segurança aumenta em 71% a probabilidade da criança superar com vida uma colisão.

site-04.png

No entanto, especialistas apontam que 8 em cada 10 desses equipamentos são utilizados incorretamente.

Quais são os erros mais comuns?

cadeira-10.png

ESCOLHA DO

EQUIPAMENTO

Para a escolha certo do equipamento, deve-se atentar ao peso e a altura da criança, como também, observar a categoria equivalente a faixa etária. 

cadeira-11.png

INSTALAÇÃO DO

EQUIPAMENTO

Cuidado com a instalação. Segurando na base, tente balançar a cadeirinha com força para os lados ou para frente, se ela se mover mais de 2,5 cm para qualquer direção é porque a instalação está incorreta.

cadeira-12.png

QUANDO MUDAR

PARA O CINTO

Crianças menores de 10 anos e que não alcançaram 1.45m de altura, é recomendado que o transporte seja feito no banco traseiro, com o uso do chamado “dispositivo de retenção”, para adequação do cinto de segurança do veículo ao corpo da criança.

Assista aos vídeos informativos

1

Utilização incorreta

dos equipamentos

2

Escolha do equipamento para bebês

3

Escolha do equipamento para crianças de 1 a 4 anos

4

Escolha do equipamento para crianças acima de 4 anos

5

Como saber se instalei corretamente?

 

Dicas para sua criança

Está em dúvida sobre qual é o equipamento correto para seu filho(a)? Procure na tabela e clique no quadradinho que corresponde à idade e peso da criança.

Crianças com peso 15 à 18kg

Idade de referência: 5 a 7,5 anos

O que pensar na hora de comprar a cadeirinha?

De acordo com a legislação brasileira, crianças de 1 a 4 anos devem usar cadeirinha e crianças de 4 a 7 anos e meio devem usar o assento elevado. Ou seja, pela idade, a família pode escolher tanto entre as cadeirinhas quanto os assentos elevados.

No entanto, como o peso ainda é menor que 18kg, é possível que essa seja uma criança menor e que precise de mais proteção. Por isso, se a família quiser, também pode optar por modelos de cadeirinhas, desde que respeitado o peso máximo suportado, indicado pelo fabricante no manual.
 

site-33.png
triunfo_infografico_qbee_4_anos_18_a_25k

As cadeirinhas usam um sistema de retenção de cinco pontos, parecido com os cintos de segurança de veículos de corrida profissional. Esse tipo de cinto é mais seguro porque distribui melhor a energia do impacto em caso de colisão.

 

As tiras da cadeirinha devem sair de uma fenda na altura do ombro da criança, ou pouco acima, e serem ajustadas ao corpo com um dedo de folga entre o peito e as tiras. Já os assentos elevados servem para que a criança fique sentada mais no alto, fazendo com que o cinto de segurança do carro passe nas partes corretas do corpo (quadril, centro do peito e meio do ombro), conseguindo suportar o impacto em caso de colisão ou freada brusca.

Ao contrário da cadeirinha, que é fixada no banco traseiro com o cinto de segurança ou com o ISOFIX e utiliza um cinto próprio de 5 pontos para prender a criança ao equipamento, no assento de elevação o cinto de segurança de três pontos segura ao mesmo tempo o dispositivo ao banco e a criança ao dispositivo.

Existem modelos de assento de elevação com ou sem encosto de cabeça e proteção lateral, mas os que possuem esse adicional oferecem mais conforto e segurança, além de evitar que as crianças pendam a cabeça para frente quando dormem.

site-37.png

É recomendado que essa criança esteja em todos os deslocamentos
(curtos ou longos) em um dos dispositivos de segurança abaixo:

triunfo_infografico_qbee_4_anos_18_a_25k

Cadeirinha reversível

Grupo 0+, 1 e 2 | 0 a 25 kg

Matrix Evolution K da Burigotto

Multipla 123 montada baixa.png

Cadeirinha Múltipla

Grupo 1, 2 e 3 | 9 a 36 kg

Múltipla 1.2.3 da Burigotto

modelo infinity-02.png

Cadeirinha reversível 3 em 1

Grupo 0+, 1, 2 e 3 | 0 a 36 kg

Infinity, da Burigotto

Protege Reclinavel montada baixa.png

Assento Elevado

com encosto

Grupo 2 e 3 | 15 a 36kg

 Protege Reclinável da Burigotto

Cadeirinha modelo 360º

Grupo 0+, 1, 2 e 3 | 0 a 36 kg

Spin Isofix 360º

Assento Protege.png

Assento Elevado

sem encosto

Grupo 2 e 3 | 15 a 36kg

Assento Protege

da Burigotto

triunfo_infografico_qbee_0_a_12_meses_13

Em qual banco instalar o equipamento?

O melhor lugar para colocar a cadeirinha é no banco de trás,

em assentos que tenha o cinto de três pontos.

 

Saiba mais sobre a instalação com ou sem o dispositivo ISOFIX e veja como testar se o equipamento foi colocado corretamente.

Ajustando o equipamento para sua criança

Quando trocar

o equipamento?

Para saber o momento de trocar o equipamento primeiro, observe o limite de peso recomendado no manual do fabricante.
 

Depois, você precisará observar também
a altura da criança e das faixas do cinto
e, por fim, se o equipamento pode ter
sido danificado por algum acidente

triunfo_infografico_qbee_0_a_12_meses_0_
site-57.png

Para uma melhor segurança de sua criança é importante que você faça o ajuste correto do equipamento. Este ajuste vai depender do tipo de equipamento que será utilizado e do tamanho da criança.

 

Vale lembrar que, mesmo com os equipamentos de segurança adequados, o trânsito pode ser perigoso. Por isso, mantenha sempre a atenção ao dirigir! 

 

Dicas básicas

icon-01.png
icon-02.png
icon-03.png
icon-05.png
icon-06.png

Quando trocar 

o equipamento?

Ajuste

correto

Instalando o

equipamento

Comprando o

equipamento

Como funciona

a adaptação?