Receba as novidades do Instituto:

© ekloos 2017    |    Instituto Triunfo  |    Todos os direitos reservados

 

Cuidados adicionais para recém-nascidos

Nessa fase os bebês ainda não possuem uma boa sustentação do corpo, o que exige ainda mais cuidados para evitar incidentes. Na hora de adquirir o equipamento, verifique no manual de uso de cada fabricante, se este é também indicado para recém-nascidos. A maioria dos equipamentos do Grupo 0+ deve atender bem, mas existem algumas marcas que oferecem um redutor de assento, que aumenta o conforto do bebê. Nas lojas de especializadas pode encontrar também almofadas para apoio da nuca (como as utilizadas comumente em voos), que podem ajudar o bebê a se acomodar.

Dica útil

Compre o bebê-conforto antes da 35° semana de gestação, leia atentamente o manual de instruções e pratique a instalação no carro para evitar correrias de última hora.

cadeira-01.png

COMPRANDO

O EQUIPAMENTO

cadeira-02.png

INSTALANDO

O EQUIPAMENTO

cadeira-05.png

POSICIONANDO

O BEBÊ

cadeira-06.png

QUANDO TROCAR

O EQUIPAMENTO?

Comprando o equipamento

É recomendado que esse bebê esteja em todos os deslocamentos (curtos ou longos) e desde que sai da maternidade, em um desses tipos de dispositivos de segurança:

Bebê Conforto - 0 a 13kg

(modelo Touring Evolution da Burigotto)

Cadeirinha reversível - 0 a 25 kg

(modelo Matrix Evolution K da Burigotto

Cadeirinha reversível 3 em 1 - 0 a 36 kg

(modelo Stretch da Kiddo)

O tipo mais conhecido é o bebê-conforto, mas há também opções de cadeirinhas reversíveis que podem ser utilizadas até a criança atingir 25 kg e outras 3 em 1, que suportam até 36kg.

O importante mesmo para bebês de até 1 ano é que o modelo deve permitir instalação no sentido contrário do movimento do carro e com inclinação de no mínimo 45°. Essa é a posição mais confortável e segura para a cabeça, pescoço e coluna dos bebês em caso de colisões.

Veja mais dicas para a compra dos equipamentos para bebês aqui!

 

Instalando o equipamento

Em qual banco instalar o equipamento? A maioria das pessoas prefere instalar o equipamento no assento logo atrás do passageiro, por facilitar que o motorista veja o bebê enquanto dirige. Mas você sabia que esse é apenas o 3º local mais seguro do carro? O melhor é optar pelo assento do meio, desde que tenha o cinto de três pontos.

Saiba mais sobre a instalação do equipamento, com ou sem o dispositivo ISOFIX, e conheça um teste, que pode dizer se o equipamento está instalado corretamente aqui!

 
 

Posicionando o bebê

1. Posicione o bebê diretamente no bebê conforto ou na cadeirinha. Lembre-se que até 1 ano de idade o ideal é que o assento fique inclinado em no mínimo 45º.

2. Atenção ao tamanho do bebê que deve estar com a cabeça completamente apoiada no equipamento. Pode ser necessário usar um redutor de assento, mas cuidado: não faça adaptações com cobertores ou travesseiros, pois podem deixar muito espaço entre o bebê e o cinto. Nessa fase também pode ser útil usar travesseiros de pescoço, como os de avião. Verifique na parte de perguntas frequentes mais dicas se a criança for pequenina ou acima da média em peso ou altura.

3. Verifique que as faixas do cinto da cadeirinha estão passando na altura ou até 2 cm acima ou abaixo do ombro da criança, ou seja, 1 dedo e meio (bem pouquinho). Algumas marcas têm várias posições para adaptar à medida que a criança cresce e se esse é o caso fique atendo para as mudanças de fase.

 

4. Feche o cinto e aperte para que fique com no máximo um dedo de folga do corpo da criança para evitar o chamado efeito-chicote (link para a parte de perguntas frequentes). E atenção, o uso de clipes peitorais não é permitido pela norma brasileira por dificultar a retirada da criança, que deve ser especialmente rápida em caso de acidente.

 

5. Faça o teste do afivelamento: belisque a tira do cinto na altura no ombro da criança. Se com esse movimento de pinça você não consegue pegar nenhum excesso de cinto, vocês estão prontos para sair.

Quando trocar o equipamento?

O bebê deve ficar em um assento virado para o vidro traseiro pelo menos até atingir 1 ano, mas você pode optar por deixar mais tempo, dependendo do peso e da altura da criança, porque essa é a posição mais segura de todas para o transporte no carro. Entenda melhor aqui!

Atenção: os bebês crescem muito nessa fase, então é necessário ficar atento aos limites de peso de cada equipamento, pois pode ser necessário trocar para uma cadeirinha reversível ou um equipamento 3 em 1 antes mesmo da criança completar um ano de vida.

 

Importante:

Mesmo com todo o cuidado com a segurança dos pequenos dentro do carro, o trânsito não deixa de ser perigoso. É necessário que a atenção seja absoluta!