nossas notícias

Acompanhe as 

Viracopos se consolida como principal porta de entrada de vacinas e insumos no combate à Covid-19

O Aeroporto Internacional de Viracopos se tornou uma das principais portas de entrada de vacinas e equipamentos usados no combate à COVID-19. Além das vacinas que já haviam chegado ao longo do ano, da CoronaVac e da Pfizer, o aeroporto recebeu nos dias 25 e 26 de junho mais 3 milhões de doses da vacina da empresa Janssen, que foram doadas pelo governo dos EUA ao Brasil (confira no texto abaixo).


E a chegada de vacinas por Viracopos não para. Só no mês de junho, a Pfizer entregou ao país aproximadamente 13 milhões de doses, tudo chegando pelo Terminal de Carga.

Nesta última semana de junho e no primeiro dia de julho, por exemplo, a Pfizer Brasil fará mais três entregas da vacina ComiRNAty contra a COVID-19 ao Ministério da Saúde em 29 e 30 de junho e 1 de julho, totalizando 2,4 milhões de doses só neste período de três dias.


A chegada dos novos lotes acontecerá em três dias, sendo 528,840 mil doses em 29 de junho, 936 mil doses nos dias 30 de junho e mais 936 mil doses em 1 de julho.


Todas as entregas do imunizante serão recebidas no Aeroporto de Viracopos. Somadas aos lotes anteriores (de abril e maio), mais de 15,4 milhões de doses da Pfizer terão sido entregues ao Governo Brasileiro até 1 de julho.


Essas entregas fazem parte do acordo firmado no dia 19 de março, que contempla a disponibilização de 100 milhões de vacinas ao país até o final do terceiro trimestre de 2021. Já o segundo contrato, assinado em 14 de maio, prevê a entrega de outras 100 milhões de doses entre outubro e dezembro. Ao longo de 2021, a Pfizer e BioNTech irão fornecer um total de 200 milhões de doses de vacina ao Brasil para apoiar o combate à pandemia. Janssen

Na última sexta-feira (25), desembarcou pelo Terminal de Carga do Aeroporto Internacional de Viracopos mais de 2 milhões de doses da vacina Janssen, doadas pelo governo norte-americano. O restante das doses chegou no sábado (26), totalizando as 3 milhões.


A aeronave da Azul Linhas Aéreas vinda de Fort Lauderdale, na Flórida, pousou em Campinas às 9h40. O desembarque ocorreu, mais uma vez, de forma ágil e segura com o apoio da Receita Federal, de Polícia Federal e da ANVISA.


Para receber o imunizante estavam presentes o Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, o prefeito de Campinas, Dário Saadi, além do diretor de Operações de Viracopos, Marcelo Mota, e grande parte dos veículos de imprensa do país.


A doação ao Brasil é a maior já feita pelo governo americano a qualquer país até agora, e faz parte das primeiras 80 milhões de doses que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, prometeu doar a outros países. Por ser uma vacina de dose única, essa remessa representa a imunização de três milhões de brasileiros.

Últimas notícias
Arquivos